A dívida consome a sua renda futura

12093481_1021470014542811_1153974578_n

Pense antes de fazer qualquer tipo de dívida: antes de pensar se você realmente precisa do produto ou serviço em questão, pergunte a você mesmo se você terá dinheiro para pagar aquela dívida, e se ela não estará comprometendo um dinheiro que você gostaria de usar de outra forma.

Todo pagamento pelo qual você não desembolsa o dinheiro na hora para realizá-lo é uma dívida.

Existem diversos tipos de dívidas e as mais comuns são as assumidas no cartão de crédito ou no cheque. Quando você faz um pagamento no cartão de crédito, você transfere a dívida que assumiu com o lojista para a operadora do cartão. Neste caso, o lojista receberá o dinheiro da operadora do cartão, que passa a ser para quem você irá pagar o valor devido conforme contratado no ato da compra (se tiver optado pela opção parcelada, você fará o pagamento das parcelas nos meses futuros que estão por vir).

No caso do cheque, a pessoa irá descontar direto da sua conta corrente, e se não tiver dinheiro nela, você entra no cheque especial, aquele limite de crédito que o banco disponibiliza para você se endividar e gastar sem ter dinheiro.

O valor disponível no cheque especial não seu, ele é do banco, e para usá-lo, você irá pagar juros para o banco. E assim, além de ter de pagar os produtos/serviços que você consumiu no passado e se comprometeu a pagar no futuro, você acaba tendo que pagar juros pelo uso do dinheiro do banco e começa a se enrolar em dívidas.

Tenha responsabilidade ao assumir dívidas, tenha certeza de que elas cabem no seu bolso! 😉💰💰💰

Sobre Lavínia Martins, CFP®

Planejadora Financeira, autora e palestrante sobre Finanças Pessoais, possui a Certificação CFP® desde 2010, é ex-sócia da FinPlan Consultoria e Gestão Financeira, possui 12 anos de experiência no mercado financeiro, atuando com planejamento financeiro pessoal e gestão patrimonial, e 3 anos em finanças corporativas de multinacionais como Louis Dreyfus Commodities e Rohm and Haas Química (hoje parte do grupo Dow Química). Especialista em Gestão de Patrimônio Familiar pela Columbia University, com pós-graduação em Finanças pelo IBMEC-São Paulo/Insper e graduação em Administração de Empresas pela PUC-SP.
Galeria | Esse post foi publicado em 1. Planejamento Financeiro, 1.1. Riscos, 1.2. Crédito / Dívida e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s