Nada na vida é garantido!

16110995_1815306115350535_5156049475105456128_n

Resiliência é a palavra que define a nossa capacidade de adaptação, de se recuperar de choques.

O ser humano tem uma necessidade muito grande de buscar segurança, de sentir-se seguro, mas não percebe que o mundo muda o tempo todo. O passado nunca volta e o que foi regra em um determinado período de tempo pode nunca mais se repetir no futuro.

Precisamos aprender a viver em um mundo em constante mutação, porque ele muda mesmo o tempo todo! Precisamos aprender a ter coragem e enfrentar de frente os percalços que aparecem na nossa frente.

Por exemplo, para ilustrar: existe uma falsa percepção de segurança das pessoas que se candidatam à uma vaga no serviço público. Muitas pessoas escolhem este caminho porque acham que terão um emprego e uma aposentadoria garantidos para o resto de suas vidas, mas não percebem que mesmo o emprego público têm seus riscos, como o que estamos vendo hoje em alguns Estados que não tem dinheiro para pagar os salários dos servidores, e também a defasagem de valor entre salários equivalentes entre a iniciativa privada e no setor público. No setor público corre-se o risco de má gestão dos recursos disponíveis tanto quanto no setor privado.

Nada na vida é realmente garantido, e precisamos aprender a ter jogo de cintura para lidar com o que vier. Nossas escolhas são nossa responsabilidade, mas não temos nenhum controle sobre os outros ou sobre os acontecimentos externos à nossa pessoa.

Desenvolver a capacidade de se adaptar e ter resiliência faz parte do amadurecimento de cada um de nós. Aceitar os riscos da vida e aprender a lidar com eles da melhor forma com os recursos que dispomos no momento eleva a consciência e promove o desenvolvimento pessoal.

Sobre Lavínia Martins, CFP®

Planejadora Financeira, autora e palestrante sobre Finanças Pessoais, possui a Certificação CFP® desde 2010, é ex-sócia da FinPlan Consultoria e Gestão Financeira, possui 12 anos de experiência no mercado financeiro, atuando com planejamento financeiro pessoal e gestão patrimonial, e 3 anos em finanças corporativas de multinacionais como Louis Dreyfus Commodities e Rohm and Haas Química (hoje parte do grupo Dow Química). Especialista em Gestão de Patrimônio Familiar pela Columbia University, com pós-graduação em Finanças pelo IBMEC-São Paulo/Insper e graduação em Administração de Empresas pela PUC-SP.
Galeria | Esse post foi publicado em 1. Planejamento Financeiro, 1.1. Riscos, 2. Finanças Comportamentais e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s